• RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
domingo, 17 de abril de 2011 às 10:37 Postado por Guilherme Z. 9 Comments



Apesar de já ter comentado sobre o assunto objeto deste texto em meus blogs Acervo do Cinema e Blogcine, há sempre novos leitores visitando os blogs e é sempre bom destacar um filme que trata de um tema tão atual e que ganhou espaço na mídia recentemente às custas de um triste episódio.

Agressões, xingamentos, humilhações, exposição forçada, todas essas coisas entre tantas outras são definidas como bullying, uma palavra estrangeira que acabou sendo incorporada ao nosso vocabulário. Ela ganhou destaque nos últimos anos devido ao número elevado de ocorrências de violências verbais e físicas em ambiente escolar. Esse tema polêmico e assustador, além de ganhar as manchetes de jornais, agora também tem um registro digno na história do cinema. Bullying - Provocações Sem Limites é uma produção espanhola que apresenta um retrato cruel de uma geração cujos representantes estão cada vez mais arredios.

O filme conquista o espectador pelo excelente roteiro que mete o dedo nessa ferida sem ter medo que ela sangre, mostrando até as últimas e tristes consequências que esse problema pode levar. A história mostra o jovem Jordi (Albert Carró) começando a estudar em uma nova escola e por ser a novidade da turma e muito quieto os valentões aproveitam para agredir, humilhar, enganar e se aproveitar do rapaz. O líder da gangue é Nacho (Joan Carles Suau), um mau caráter que chega ao cúmulo de conquistar a simpatia da mãe da vítima só para poder ter passe livre em sua casa, assim dando continuidade a tortura iniciada no ambiente escolar.


O estudante também tem contato com um vizinho, Bruno (Carlos Fuentes), que mesmo recebendo apenas desprezo por parte de Jordi está sempre por perto nos momentos em que o rapaz precisa e parece compreendê-lo. Porém, tudo que o jovem engole de mágoas provocadas pela gangue acaba descarregando justamente no seu "anjo da guarda", pois sabe que ele só quer ajudá-lo e não vai revidar. 

As humilhações e agressões exibidas são revoltantes. Dá até vontade de entrar no filme para dar um jeito nos valentões, que na verdade morrem de medo de serem denunciados. Eles conseguem sempre se safar do pente fino dos professores e da diretora do colégio, aliás, ela é um exemplo de má administração. E mesmo a mãe de Jordi percebe tardiamente tudo o que está acontecendo.


Bullying - Provocações Sem Limites deveria se tornar um filme obrigatório para as escolas e universidades apresentarem aos alunos e depois promoverem debates, inclusive com os pais. É preciso dedicar atenção especial ao tema  e tentar identificar os perfis de possíveis agressores e vítimas a fim de evitar grandes problemas no futuro, até mesmo mortes. Infelizmente, o longa não abre espaço para discutir como a justiça lida nesses casos em relação a responsabilidade de alunos e da própria escola perante denúncias que, no mínimo, renderiam penas por danos morais. Faltou pouco para ser uma obra nota dez.

O que você espera desse filme? Comente e dê sua Nota... Ajude o nosso Blog e os outros internautas!

9 Amantes da Sétima Art até agora.

  1. Adorei esse filme......principalmente a não visão romanceada do final. É duro, tenso e obriga a reflexão. Não facilita ao público com finais doces e açucarados. Recomendo a todos.

  2. É um filme com uma temática bem relevante e atual, bem realista e especialmente indicado para: pais, professores, psicólogos e médicos de emergência... é um tema fundamental que pede que seja discutido. Indicadíssimo!

    Um grande abraço...

  3. Gostei muito do filme. Pois fala de um assunto muito sério, e que precisa se acabar.
    Recomendo a todos que acha que o bullying é só uma bricadeira!!!

  4. esse filem me mostro um a pequena realidade q acontecia comigo deixava pessoas pisar em sima de mim mai agora meu caso mudo estou feliz por q as pessoa se consientizaram sobre o caso e agradesso a Deus...

  5. Assisti na escola...

  6. Amei o filme, além de transmitir uma mensagem super importante, é bem emocionante. Indico a todos.

  7. eu achei esse filme muito interessante pois mostra a realidade que acontece em muitas escolas no mundo todo,muitos desses casos acabam em morte igual aconteceu no filme,por isso não devemos esconder essas coisas devemos denunciar se muitos adolescentes,jovens, podem morrer.

  8. A história mostra o jovem Jordi (Albert Carró) começando a estudar em uma nova escola e por ser a novidade da turma e muito quieto os valentões aproveitam para agredir, humilhar, enganar e se aproveitar do rapaz. O líder da gangue é Nacho (Joan Carles Suau), um mau caráter que chega ao cúmulo de conquistar a simpatia da mãe da vítima só para poder ter passe livre em sua casa, assim dando continuidade a tortura iniciada no ambiente escolar. Cada vez mais é frequente acompanharmos nos noticiários tristes episódios que envolvem a falta de respeito ao próximo que parece imperar na era contemporânea. Desde um simples xingamento até agressões físicas nas ruas, ambiente escolar ou no trabalho podem ser considerados casos de bullyin
    Podemos salientar que o filme provação sem limites mostra a realidade de muitas escolas não só no brasil mais no mundo
    Agressões, xingamentos, humilhações, exposição forçada, todas essas coisas entre tantas outras são definidas como bullying, uma palavra estrangeira que acabou sendo incorporada ao nosso vocabulário.
    O filme mostra a realidade de muitas escolas As escola, que deveria ser vista como uma instituição de ensino e deve zelar e estar comprometida com a aprendizagem e o bem estar da criança. Todavia, esse ambiente que deveria ser agradável e sadio tem sido palco de atitudes frequentes, que envolvem atos de violência entre os alunos, ficando evidente no filme que Em casos extremos, transtornos psicológicos graves e até a vontade de cometer suicídios podem vir a ocorrer. A culpa disso tudo não é só dos jovens. Os educadores das escolas e também de dentro de casa se fazem de cegos e surdos e fingem na maioria das vezes que o problema não existe. A ideia de que o menor tem que aprender a se virar sozinho também contribui para que a pratica do bullyin não diminua .
    No filme fica claro que essa forma de violência é difícil de ser identificada, uma vez que a vítima teme. delatar os seus agressores, seja pela vergonha que irá passar diante dos demais amigos de classe, por medo de sofrer represálias, seja por acreditar que os professores ou seus próprios pais não lhe darão o devido crédito.
    Outro aspecto interessante é o fato de alguns professores acreditarem que tais
    Agressões são apenas brincadeiras de crianças e que irão passar com o tempo, atitude essa que faz
    Crescer mais ainda a violência nas escolas e banaliza o sofrimento da vítima. O bullying caracteriza-se por ser um problema mundial encontrado em todas as escolas, sejam elas privadas ou públicas, o que vem se expandindo nos últimos anos. A conduta bullying nas instituições de ensino tem sido um sério problema, pois gera um aumento significativo da propagação.
    Da violência entre os alunos.
    No filme podemos perceber que o líder das agressões é um um menino que não tem uma estrutura familiar e Habitualmente espancado pelo próprio pai, Ancho transformou-se de vítima em agressor, liderando um grupo que passa a infernizar a vida de Jordi. e sabemos que na maioria das vezes a causa do bullying é causada pela necessidade que o sujeito tem de se impor sobre o outro, tanto para Demonstração de poder, quanto para satisfação pessoal. Percebe-se que há uma necessidade de se auto afirmarem a todo instante, perante si mesmos e em relação aos outros e para que isso ocorra, normalmente, o agressor se impõe sobre a vítima, considerada a parte mais frágil da relação e por ter certeza de que ela não irá apresentar meios de defesa para reverter a situação. Por outro lado, as consequências provocadas pelo bullying geram, por vezes, danos e traumas irreparáveis na vida da criança.
    O bullying, ao contrário, caracteriza- se por ser uma agressão que se apresenta de forma velada, causando dor e angústia à pessoa que está sendo vitimada, podendo levá-la à depressão, isolamento, baixa autoestima, queda no rendimento escolar, e até ao suicídio; o que aconteceu no filme provação sem limites o rapaz que era vitima do bullying acabou de suicidando .


  9. E o filme muito bonito

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Gostou? Indique este Site!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...